ANADEF

Imprimir
PDF

Nota de repúdio

em .

A Anadef, entidade que representa os Defensores Públicos Federais, manifesta repúdio ao ato de censura realizado pelo presidente Jair Bolsonaro ao exigir a retirada de uma campanha publicitária que celebra a diversidade. Para a Associação, essa medida demonstra a extrema desconexão e a falta de empatia do Governo Federal com as representações da enorme pluralidade racial e sexual da população brasileira. Para a Anadef, o ato foi profundamente lamentável e chama a atenção para a necessidade urgente de discutirmos a intolerância que este governo promove. É inaceitável um questionamento de identidade étnica, sexual, de gênero, religiosa ou de qualquer natureza.

 

Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais

Imprimir
PDF

Defensores reúnem-se com a ministra Damares Alves

em .

Na tarde desta segunda-feira (22), a Anadef e a Defensoria Pública da União estiveram com Damares Alves, à frente do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Igor Roque e Gabriel Faria Oliveira representaram Associação e Instituição, respectivamente, e se colocaram à disposição da ministra para um trabalho conjunto nas pautas que envolvem os Direitos Humanos.

Imprimir
PDF

Nota pública

em .

A Associação Nacional do Defensores Públicos Federais (Anadef) se solidariza com as famílias das vítimas devido às chuvas que assolam a capital do Piauí, Teresina, nos últimos dias. Diversas pessoas foram prejudicadas após o rompimento de um muro que represava água em um terreno localizado acima do nível das casas. O fato deixou três mortos, dezenas de feridos e atingiu mais de 40 residências.
Desde a última quinta-feira (04), uma força-tarefa vem sendo realizada para a retirada das famílias ilhadas. 
Nós, defensoras e defensores, em meio a tanta tragėdia, ressaltamos que atuaremos na defesa dos direitos e garantias para fornecer assistência a todos os prejudicados. Estaremos ao lado das vítimas e sentimos por todos os afetados por este acontecimento.

 

Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais

Imprimir
PDF

Ação sobre falta de acessibilidade no INSS é parcialmente deferida

em .

O juiz federal Ed Lyra Leal, com deficiência visual, parcialmente deferiu pedido de tutela de urgência em uma ação civil pública protocolada pela Defensoria Pública da União. A ação, que teve a decisão emitida na última quarta-feira (27), trata sobre a falta de acessibilidade no atendimento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e foi pleiteada pela defensora regional de direitos humanos da DPU no estado do Paraná, Carolina Balbinott Bunhak, e por Alexandre Mendes Lima de Oliveira, defensor regional de direitos humanos no Distrito Federal.

Imprimir
PDF

Nota pública

em .

A Associação dos Defensores Públicos Federais (Anadef) manifesta repúdio à medida anunciada pelo porta-voz do Palácio do Planalto, que confirmou a recomendação do presidente Jair Bolsonaro para atos em comemoração ao Golpe Militar, no próximo dia 31 de março.

Para os defensores públicos federais, que atuam na garantia dos direitos humanos, a decisão do Governo é um estimulo grave ao ódio e à tortura. Celebrar a data é ignorar a dor de dezenas de brasileiros, é retroceder aos direitos conquistados sob a morte daqueles que lutaram por um País livre, entre eles índios, sindicalistas e líderes rurais e religiosos, desaparecidos e assassinados durante o triste período da ditadura militar.

Temos apreço e respeito às Forças Armadas que têm como seu papel institucional garantir e preservar os poderes constitucionais. No entanto, sob a pretensão de exaltar o Exército Brasileiro, a comemoração do golpe de 64 celebra um momento em que o papel das Forças Armadas foi deturpado e corrompido. O golpe de 64 representou uma violação profunda do Estado Democrático de Direito, inaugurando um período em que a tortura, a violência e a perseguição política foram institucionalizados no Brasil.

Em nome daqueles que sofreram e ainda sofrem a dor dos dias marcados pela ditadura militar, rechaçamos qualquer manifestação no sentido de reconhecer a data além do que ela estritamente representa: um dos períodos de maior sofrimento na história do País.

 

Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais

 

 

Imprimir
PDF

Anadef participa do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Previdência

em .

A O presidente Igor Roque representou a Anadef no lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Previdência, que aconteceu na manhã desta quarta-feira (20). O evento, que aconteceu na Câmara dos Deputados, tem como objetivo rejeitar a proposta enviada pelo Governo sobre a PEC 006/2016, que trata sobre a Reforma da Previdência.

Imprimir
PDF

Anadef participa de assembleia geral do Fonacate

em .

Em mais um dia reunindo-se com representantes das carreiras que compõem o Fórum Nacional Permanente das Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), o presidente Igor Roque esteve acompanhado do assessor legislativo da Associação, Luiz Martins, na tarde desta terça-feira (12). 

Imprimir
PDF

Nota pública: Anadef se solidariza com vítimas da tragédia de Suzano

em .

A Anadef se solidariza com as famílias das vítimas da tragédia na Escola Estadual Raul Brasil, que aconteceu na manhã desta quarta-feira (13), em Suzano (SP).

Em meio a tantos casos de violência sendo registrados no país, nós, defensoras e defensores públicos federais, queremos lembrar que o direito à vida deve estar acima de todo e qualquer ataque à integridade física da pessoa humana.

Acreditamos que violência não se combate com violência, e armar a população abre espaço para que aconteçam outras barbáries como a de hoje. Seguimos defendendo que investir na educação das nossas e nossos jovens é o melhor caminho para a construção de uma sociedade mais consciente e solidária.

 

Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais