Imprimir
PDF

Nota pública

em .

A Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais (Anadef), por meio desta nota, se solidariza com o Defensor Público Rafael Português e sua família, devido ao episódio ocorrido no último dia 14 de junho.

Ao exercer seu direito à liberdade de manifestação ontem na Av. Paulista, o Defensor Público foi indevidamente algemado e preso, causando indignação à carreira pela conduta dos policiais militares presentes.

A anadef repudia todo e qualquer ato de violência e truculência praticados pelos policiais, além da inobservância das prerrogativas em virtude do cargo ocupado por Rafael Português.

Representando mais de 600 defensores e defensoras federais, reforçamos que a liberdade de manifestação é um ato de democracia e que possíveis agressões realizadas por policiais devem ser objeto de rigorosa apuração.

 

Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais