ANADEF | Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos Federais (61) 3326.9121
Recomendação DPU: Vacinação de profissionais da assistência social deve começar imediatamente
Terça, 20 de Julho de 2021

Recomendação DPU: Vacinação de profissionais da assistência social deve começar imediatamente

 A Defensoria Pública da União (DPU) recomendou ao Ministério da Saúde a vacinação imediata de profissionais da assistência social, inserindo-os no Plano Nacional de Imunização (PNI) contra a Covid-19 em grupo prioritário, juntamente com a população em situação de rua, ou, subsidiariamente, junto ao grupo dos profissionais da educação.

A recomendação é assinada pelos defensores regionais de Direitos Humanos (DRDHs) da DPU nos estados do Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo e foi encaminhada ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

De acordo com os defensores, a crise sanitária e hospitalar causada pela pandemia da Covid-19 gerou também uma série de outros desafios, entre os quais se destacam a crise econômica e social, que atingem as populações mais pobres, muitas vezes impossibilitadas de adotar as orientações sanitárias recomendadas. Com isso, as vulnerabilidades se agravam diante da permanência da atual pandemia.

“Os responsáveis pelo atendimento a esses grupos vulnerabilizados - de forma não exclusiva, mas primordial – são os agentes do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), os quais merecem particular atenção visto que, durante exercício de sua função, muitas vezes estão em contato com grande número de pessoas, nas mais diversas condições de saúde”, destacam os defensores.

Dados reforçam necessidade de imunização dos profissionais do SUAS

De acordo com Nota do Fórum Nacional de Secretários/as de Estado de Assistência Social (FONSEAS), publicada em 24 de março de 2021, cerca de 304 mil trabalhadoras(es) do SUAS encontram-se diretamente envolvidas(os) com o enfrentamento da pandemia da COVID-19.

Profissionais do SUAS são os responsáveis pela implementação das políticas públicas de enfrentamento à pandemia, atuando desde o auxílio aos postulantes e beneficiários de auxílio emergencial até mesmo à organização de vacinação de grupos prioritários e especialmente vulneráveis, como a população em situação de rua.

Pela natureza das funções desses trabalhadores - que demandam continuidade, atendimento presencial e exposição ao público em geral – medidas sanitárias desejáveis, como o distanciamento social e trabalho em regime de home office, não são possibilidades.

Em pesquisa realizada pelo Fórum Municipal dos Trabalhadores do SUAS de Belo Horizonte (FMTSUAS-BH), de 372 profissionais ouvidos – de um universo de, aproximadamente, 3 mil profissionais, só no Serviço Único do município de Belo Horizonte – 64,78% afirmaram ter tido contato com usuárias(os) que relataram estar infectadas(os) ou com sintomas de COVID-19 e apenas 34.14% afirmaram terem recebido orientações de profissional da saúde para manter-se em isolamento, depois de apresentados sintomas da COVID-19 ou de ter estado em contato com alguém que os apresentou.

A pesquisa também indicou que 84% das pessoas entrevistadas mencionaram o sofrimento ou adoecimento em razão da exposição laboral que requer a função, nesse momento de pandemia, resultando em estresse, ansiedade, e outras perturbações à saúde mental são relatados pelos profissionais. De acordo com a DPU, essas consequências psicológicas refletem nas relações dos trabalhadores com suas famílias, não se restringindo aos profissionais entrevistados.

Todos esses dados estão disponíveis em Nota Técnica produzida pelo projeto Incontáveis - do programa Polos de Cidadania, da Universidade Federal de Minas Gerais - e mencionada pela DPU no documento enviado ao Ministério da Saúde.

Leia a Recomendação da DPU.


Compartilhe esta notícia:
Recomendação DPU: Vacinação de profissionais da assistência social deve começar imediatamente
Pesquise em todo o site:

Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos Federais - ANADEF
SBS Qd 02 Bloco E Lote 15 Sala 303 - Edifício Prime Business Convenience
Brasilia - DF - CEP: 70070-120
Fone: (61) 3326.9121

ACESSE NOSSAS REDES

DPU
ANADEF® TODOS OS DIREITOS RESERVADOS