ANADEF | Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos Federais (61) 3326.9121
Quinta, 16 de Abril de 2009

Defensoria vai apurar falha em segurança nuclear

Comissão da Câmara aprova convocação de presidente da Cnen.

BRASÍLIA. A Defensoria Pública da União abriu investigação sobre as falhas de segurança no programa nuclear brasileiro. O procedimento pode resultar numa ação civil pública contra a direção da Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen). Os defensores vão apurar a responsabilidade por problemas apontados em relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) revelado pelo GLOBO no sábado. Em Brasília, a Comissão de Meio Ambiente da Câmara aprovou a convocação do presidente da Cnen, Odair Gonçalves, e de outras autoridades do setor.O defensor André Ordacgy, titular do Ofício de Direitos Humanos e Tutela Coletiva do Rio, classificou de “odioso meio de seleção de vida, ferindo o princípio da dignidade da pessoa humana” o fato de a Cnen só distribuir pastilhas de iodeto de potássio a funcionários das usinas, e não à população vizinha. A pastilha reduz o risco de câncer de tireoide em caso de acidente.A Defensoria pretende apurar eventuais irregularidades em centros de radioterapia.


Compartilhe esta notícia:
Defensoria vai apurar falha em segurança nuclear
Pesquise em todo o site:

Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos Federais - ANADEF
SBS Qd 02 Bloco E Lote 15 Sala 303 - Edifício Prime Business Convenience
Brasilia - DF - CEP: 70070-120
Fone: (61) 3326.9121

ACESSE NOSSAS REDES

DPU
ANADEF® TODOS OS DIREITOS RESERVADOS