ANADEF | Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais (61) 3326.9121
Defensoria solidária: Prato para quem tem fome
Sexta, 11 de Setembro de 2020

Defensoria solidária: Prato para quem tem fome

A Anadef uniu forças com o núcleo da Defensoria Pública da União em Curitiba para a nova fase da campanha Defensoria Solidária: Prato para quem tem fome. Desta vez, a arrecadação será para garantir a alimentação das pessoas que estão em situação de rua em Curitiba-PR.

O dinheiro será usado para compra dos alimentos essenciais (mercado e açougue) utilizados na preparação de marmitas que são a refeição principal daqueles e daquelas que estão em situação de extrema vulnerabilidade e às vezes passam dias sem conseguir comer.

A preparação e entrega das refeições são realizadas diariamente, nas principais praças da capital paranaense, desde o início da pandemia do COVID-19 pelo coletivo de voluntárias e voluntários do Movimento Nacional da População em Situação de Rua (MNPR), do Instituto Nacional De Direitos Humanos Da População Em Situação De Rua (INRua), do projeto Mãos Invisíveis e da Casa de Acolhida São José.

Você pode fazer doações através dos seguintes dados bancários:

Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais (ANADEF)

CONTA POUPANÇA
Banco do Brasil
Agência: 3599-8
Conta poupança: 434345-x*
Variação: 51
CNPJ: 31.248.479/0001-03

*Em alguns aplicativos o X pode ser substituído por 0

Mais uma vez, a Anadef expressa profunda gratidão a todas as pessoas que fizeram parte das campanhas do projeto Defensoria Solidária e que podem contribuir para um futuro mais altruísta e inclusivo. Desta vez toda nossa força será voltada às pessoas que estão desamparadas nesse momento de crise.


Compartilhe esta notícia:
Defensoria solidária: Prato para quem tem fome
Pesquise em todo o site:

Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais - ANADEF
SBS Qd 02 Bloco E Lote 15 Sala 303 - Edifício Prime Business Convenience
Brasilia - DF - CEP: 70070-120
Fone: (61) 3326.9121

ACESSE NOSSAS REDES

DPU
ANADEF® TODOS OS DIREITOS RESERVADOS