Imprimir
PDF

Definida lista tríplice para o cargo de defensor público-geral federal

Escrito por Imprensa em .

A lista tríplice para o cargo de defensor público-geral federal foi definida no início da noite desta terça-feira (17). De acordo com a apuração, três defensores públicos federais dos estados de Santa Catarina, Rio de Janeiro e Minas Gerais estarão à frente da lista que será encaminhada ao presidente da República, Michel Temer. Com maior número de votos, Gabriel Faria de Oliveira, 391, seguido por Daniel de Macedo, 303 e Vinicius Diniz, com 228 votos.
 
A votação foi realizada entre os mais de 600 defensores públicos federais que integram a carreira e ocorreu nesta segunda e terça, dias 16 e 17. Diferentemente de outras carreiras, a Lei Complementar 80/1994 que rege a regulamentação do processo para eleição do Defensor Público-Geral Federal, o presidente da República tem a obrigação legal de indicar um dos nomes apresentados na lista tríplice.
 
De acordo com o presidente da Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais - Anadef , Igor Roque,  o documento deverá ser encaminhado pela Defensoria Pública da União (DPU) já nessa quarta-feira (18). "É de extrema importância que o chefe do executivo federal faça sua escolha o quanto antes. Esperamos uma transição tranquila de administração, visando evitar qualquer prejuízo à prestação de assistência jurídica integral e gratuita aos milhares de assistidos em todo o Brasil", destaca Roque. O escolhido ainda terá que passar por uma sabatina no Senado Federal. O indicado ocupará a cadeira nos próximos dois anos 2018/2019, a partir de julho deste ano.